Garimpo f/508 | David Ingraham

David Ingraham | @dayzdandconfuzd

david.

O Instagram é uma das ferramentas mais potentes utilizadas para compartilhamento de fotos e vídeos. Com mais de 200 milhões de usuários, é uma maneira simples de capturar e compartilhar imagens, em alguns momentos despretensiosas e em outros, de extrema criatividade e apuro técnico. Pouco se sabe dos fotógrafos que produzem tais imagens, e com isso em mente, o f/508 criou uma seção para que possamos conhecer melhor fotógrafos do instagram selecionados com trabalhos que apreciamos: o #garimpof508.

dazed3

Quem sou: Sou um músico e fotógrafo que vive em Los Angeles. Eu me mudei de Michigan para cá há 26 anos, para tentar carreira no meio musical. Desta forma, mesmo a música sendo meu foco principal, a fotografia tem sido algo que tem se tornado cada vez mais apaixonante. Quando não estou em turnê, ou até quando estou, eu passo a maior parte do meu tempo livre fotografando. Se tornou uma forma de obsessão.

dazed

Como vou: Ultimamente, eu tenho fotografado exclusivamente com Iphone. Possuo várias câmeras DSLR, uma Holga, uma Polaroid, etc – e eu costumava ser tecnicamente proficiente com uma câmera “real”.  Mas quando eu comprei o meu primeiro Iphone, ele basicamente tomou conta da minha vida completamente, revolucionou e simplificou a minha abordagem à fotografia, e eu mal toco em minhas outras câmeras desde então. Eu sinto falta do filme um pouco – da estética dele, embora certamente não sinta falta dos inconvenientes e do custo – e continuo dizendo a mim mesmo que vou soprar a poeira de algumas das minhas velhas câmeras em breve; mas até agora ainda não aconteceu.

Nesse meio tempo, eu continuo fotografando principalmente com Hipstamatic – B&W – e faço a edição com Snapseed e Blender. Ah, e eu mencionei que eu sou um fotógrafo de rua?

dazed5

Para onde vou: Estou trabalhando na fase final do meu primeiro livro, que espero que esteja disponível no próximo mês – ou algo assim. E tenho uma nova impressora, que eu ainda preciso tirar da caixa, então estou esperando entrar mais a fundo nos conhecimentos de impressão fine art este ano. Mas, além disso, estou repensando alguns projetos de ano novo, mentalmente falando. 2014 foi um ano emocionante para mim, tive minha primeira exposição em dupla em uma galeria aqui em Los Angeles, e também estive em inúmeros shows internacionais com meus amigos com a Tiny Collective. Eu também tenho feito vários workshops, que eu adoro e espero fazer mais. Mas com o ano que se inicia,  eu fico um pouco no modo “E agora?”. Estou tentando focar, priorizar, e obter novas metas e planos.

E eu preciso sair e  fotografar mais! Distrações e responsabilidades da vida continuam  a interferir  na parte mais importante da fotografia: tirar fotos!

Who are you: I’m a musician and photographer living in Los Angeles. I moved out here from Michigan about twenty-six years ago to pursue a career in music. So although my main focus has been music for many years, photography has been something on the side that I’ve become more and more passionate about. When I’m not touring –or even when I am– I spend most of my free time on photography in one form or another. It’s become somewhat of an obsession.

 

How do you work: These days I shoot exclusively with the iPhone. I own numerous cameras – DSLRs, a Holga, Polaroid, etc. – and I used to be quite technically proficient with a “real” camera. But when I bought my first iPhone, it basically took over my life, completely revolutionizing and simplifying my approach to photography, and I’ve barely touched my other cameras since. I do miss film a bit –the aesthetic of it, though certainly not the inconvenience and cost– and I keep telling myself I’m going to blow the dust off some of my old cameras soon; but so far it has yet to happen.

In the mean time, I keep doing what I’ve been doing: shooting mainly with Hipstamatic – B&W – and editing with Snapseed and Blender. Oh, and did I mention that I’m a street photographer?

 

Where will you go next: I’m in the final stages of working on my first book, which I hope to have available in the next month or so. And I’ve got a new printer that I’ve yet to un-box, so I’m hoping to dig a little deeper into the art of archival fine-art printing this year. But other than that, I’m doing a bit of new-year regrouping, mentally speaking. 2014 was an exciting year for me, having my first two-man gallery show here in LA, as well as being in numerous shows internationally with my friends in Tiny Collective. I also taught a couple of workshops, which I enjoy doing and hope to do more of. But with the new year just beginning, I’m in a bit of “what now?” mode. Just trying to refocus, reprioritize, and get some new goals and plans lined up. And I need to get out and shoot more! Life’s distractions and responsibilities keep interfering with the most important part of photography: The actual picture-taking part!

@dayzdandconfuzd

 

f/508 no Instagram

Veja outro #garimpo f/508 aqui.

Para participar da seleção, a equipe do Espaço f/508 garimpará Instagrams que utilizarem a hashtag #garimpof508.